Mês: fevereiro 2019

Black Sabbath foi quem mais vendeu camisetas

No passado, foi feito o balanço de 2012 e, entre diversas curiosidades que encontramos em retrospectivas, descobrimos que o  Black Sabbath foi um dos conjuntos que mais faturou.

Acredite ou não, a banda veterana que foi formada em 1969  foi a que teve mais camisetas com sua estampa vendidas no ano passado.

Black Sabbath vendeu mais camisetas em 2012

A pesquisa foi divulgada pelo site do jornal The Independent. O modelo retrô da camiseta da turnê de 1978 encabeçou a lista da loja de música HMV, uma das gigantes do ramo. Ozzy e companhia podem escrever seus agradecimentos ao pessoal dos estúdios Marvel, pois foi notado que a saída da peça deu um salto após Tony Stark, personagem de Robert Downey Jr. em “Os Vingadores“, apareceu usando uma em cena.

O segundo e o terceiro lugares ficaram com o Led Zeppelin, com as
homenagens à turnê “USA 77″ e ao show “Celebration Day”, de 2007. A
lista segue com nomes como David Bowie, Bruce Springsteen e Foo
Fighters.

“Mais do que nunca, as camisetas de rock são usadas como algo para
vestir durante os shows das suas bandas favoritas, mas também elas se
tornaram um item fashion”, explica Gennaro Castaldo, porta-voz da cadeia
de lojas.
Long Live Rock N’ Roll!!!

Björk está de volta!

Björk Guðmundsdóttir (Islândia, né gente) completa hoje 53 anos de vida. Mas de acordo com a sua última publicação no facebook, parece que quem ganhou presente foram os fãs da cantora.

Björk

Vocês se lembram né, que em maio rolou o Sónar São Paulo e Bjork, que
seria uma das principais atrações, cancelou sua vinda ao festival. Na
época foi divulgado que os médicos da cantora recomendaram repouso
imediato das cordas vocais a fim de não piorar a situação de os nódulos
inflamados.

Bom, hoje ela divulgou em sua página oficial do Facebook que ela e suas cordas vocais estão bem, a cirurgia que ela fez arrasou! “Sinto que minhas cordas vocais estão tão boas quanto antes do nódulo”. Ela ainda se desculpou por ter cancelado os eventos no início do ano e disse que não queria falar sobre o assunto até que tudo estivesse certo de que ela voltaria a trabalhar. “Ansiosa para cantar para vocês em 2019″. Os fãs brasileiros também, Bjork! Parabéns e obrigada!

E o clipe dela divulgado semana passada, já viu?

Bastidores de Madonna no Rio: rainha de bateria barrada e fila para todo lado

Cantora se apresentou neste domingo (2) em quase duas horas de show da turnê “MDNA” Enquanto Madonna se preparava para subir ao palco do Parque dos
Atletas, zona oeste do Rio, às 23h deste domingo (2), na primeira
apresentação no Brasil da turnê mundial “MDNA”, famosos e também
anônimos aguardavam ansiosos o começo do show. De acordo com números da
produção, 67 mil pessoas estiveram presentes ao local. Filas nos
banheiros, nos pontos de ônibus e nas lanchonetes, com preços abusivos,
marcaram a noite carioca.

Bastidores da Madonna no Rio

Leia também: “Sou periguete. Estou gostosa?”, diz  Madonna no Rio

Ingressos: Ainda com entradas disponíveis, Madonna inicia turnê pelo Brasil

RAINHA BARRADA. Viviane Araújo, rainha de bateria do Salgueiro, foi barrada na área vip. Tratou de ir com seu grupo de cinco amigos para perto da grade do palco. Muito tumulto, muita gente. Resolveu ver o show na lateral, se esbaldando de tanto dançar e cantar, forçando o inglês nos refrões mais conhecidos.

VIPS. A área vip tinha nomes como Reynaldo Gianecchini, Alinne Moraes, Taís Araújo, Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank, Mateus Solano e Christine Fernandes. Todos chegaram ali a partir de ônibus fretados saídos do Copacabana Palace, na zona sul.

DJS VAIADOS. Foi sob vaias intensas que Felguk, nome artístico da dupla de DJs e produtores musicais brasileiros Felipe Lozinsky e Gustavo Rozenthal, se apresentou, preparando o terreno para Madonna. Eles substituíram Will.i.am, do Black Eyed Peas, que abriria o show, mas cancelou a participação de última hora.

NO SMOKING. Ainda antes da subida da cantora, uma pessoa da organização, ao microfone, pediu para que ninguém fumasse no local. “Solicitamos a todos, incluindo os artistas, que o ambiente esteja livre do fumo na hora do show”. Claro que o pedido não foi atendido.

MAIORIDADE. Em sua maioria, o público era formado por uma geração superior ao que se viu no show da Lady Gaga, no mês passado na cidade. Centenas de casais gays de trinta e quarenta anos se esbaldaram ao som de Holiday”, “Masterpiece” e “Justify my love”.

PORTUNHOL. Em conversa com a plateia, Madonna arriscou um “portunhol”: “Aqui é muito caliente!”. Para depois se declarar par seus fãs brasileiros, sempre em tom provocador. “Vocês são calientes, são quentes. Quem é quente aqui?”.

CIRCULANDO. Na área vip, uma assessora se incomodava quando via jornalistas parados, comendo ou descansando, antes mesmo da apresentação. Pedia para que a imprensa “circulasse, não ficasse parada nos cantos”.

CORAÇÕES DE GÁS. Durante a canção “Open your heart”, centenas de balões vermelhos, em formato de coração, foram levantados. Foi a surpresa dos fãs para a diva americana, que retribuiu com sorrisos.

PREÇOS ABUSIVOS. Não só o ingresso custando 360 reais, mas os preços de produtos consumidos dentro do Parque dos Atletas deixou os fãs da cantora assustados. Uma porção de batata frita, por exemplo, saía por 10 reais. Um copo de água a 5 reais…

CAPA SEM CHUVA. Pior para quem pagou pela capa de chuva – a previsão era de temporal para o começo da madrugada, mas não caiu nem ao menos uma gota. A capa era vendida na entrada a 20 reais. O que mais se via ao término do show era capa de chuva, inutilizada, deixada pelo caminho.

RIO X SÃO PAULO. Em uma das primeiras vezes em que se dirigiu ao público, Madonna cometeu uma gafe ao vivo, dizendo “E aí, São Paulo. Tudo bem?”. Ela acabou recebendo vaias do público. Depois, mais algumas músicas adiante, corrigiu dizendo que ama o Rio, o Brasil.

CAOS NA SAÍDA. Sem taxis suficientes, poucos ônibus e filas, muitas filas. Para ir embora, muita gente teve que esperar mais do que durou o tempo de apresentação de Madonna. Duas horas e meia era o tempo de permanência nas filas dos ônibus, a 10 reais, que levariam os fãs a pontos predeterminados da cidade.

PRÓXIMA PARADA. Este é o primeiro de quatro shows da popstar no Brasil em 2012. Ela também canta em São Paulo, no Morumbi (4 e 5) e em Porto Alegre (9).

As músicas do acústico Toy Dolls

Já falamos aqui sobre o disco acústico que a banda de punk Toy Dolls
pretendia lançar. Para deixar a notícia ainda melhor, Michael “Olga”
Algar avisou que os fãs poderiam ajudá-lo a escolher quais músicas iriam
compor o registro.

As músicas do acústico Toy Dolls

Bom, agora o músico liberou a lista com as 16 faixas que ganharão
nova roupagem para o projeto, embora tenha avisado que ainda não faz
ideia de como irá alterar as canções. disco segue sem previsão de
lançamento. Confira abaixo as canções presentes no trabalho:

1 – “Barry the Roofer”
2 – “Deidres a Slag”
3 – “Poor Davey”
4 – “She’ll Be Back With Keith, Someday”
5 – “I’ve Had Enough o’ Magaluf”
6 – “Harry Cross”
7 – “Olga I Cannot”
8 – “Silly Billy”
9 – “We Quit the Cavalry”
10 – “Pot Belly Bill”
11 – “You Wont Be Merry On a North Sea Ferry”
12 – “Poltergeist in the Pantry”
13 – “Bitten by a Bed Bug”
14 – “Idle Gossip”
15 – “Dig that Groove Baby”
16 – “Sod the Neighbours”

As 10 melhores músicas dos Rolling Stones

A banda Rolling Stones completa 50 anos de carreira a alguns anos. Aí para celebrar, a revista que leva o nome do grupo – a Rolling Stone – seus leitores para eleger as dez melhores músicas da banda.

10 melhores músicas dos Rolling Stones

Claro que há controvérsias em relação à lista. Por exemplo, ela
contém clássicos como “Angie” e “You Can´t Always Get What You Want” mas
não lembra de “Start Me Up” e “Ruby Tuesday”, entre outros hits. Mas
também, reduzir 5 décadas a 10 músicas é meio difícil. Confira a lista
completa:

1 – “Gimme Shelter”
2 – “Sympathy for the Devil”
3 – “Paint It, Black”
4 – “(I Can’t Get No) Satisfaction”
5 – “Wild Horses”
6 – “Jumpin’ Jack Flash”
7 – “Can’t You Hear Me Knocking”
8 – “You Can’t Always Get What You Want”
9 – “Tumbling Dice”
10 – “Angie”

E você, colocaria qual canção entre essas 10? Lembrando que a banda
volta aos palcos agora em novembro para celebrar meio século de
carreira.

Aniversário dos Beach Boys e presente para os fãs

Já são 50 anos de carreira, e para comemorar o aniversário da banda, versões especias de sua discografia serão lançadas. Serão duas coletâneas e os outros 12 discos de estúdio da banda, remasterizados, com lançamento previsto para setembro.

Aniversário dos Beach Boys

Serão 20 músicas para o disco “Greatest Hits”, contando com “Surfin’ U.S.A”, “California Girls”, “God Only Knows”, “Wouldn’t It Be Nice” e várias outras canções, incluindo o single mais recente da banda: “That’s Why God Made The Radio”, lançado esse ano.

A notícia ruim é que, do box todo em CD, essa é a única compilação que chegará ao Brasil.

Para quem puder importar a coleção com os outros 12 discos, ou só
para deixar os fãs brasileiros com vontade, o box maior traz também uma
nova versão do single “Isn’t it Me”, um livreto falando um pouco da vida
dos integrantes da banda e mais sete cartões postais.

Comemorando todos esses tempo juntos, os Beach Boys seguem em turnê
comemorativa e lançaram um disco novo, o primeiro do grupo em 20 anos.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén